Dicionário Estraviz. Inicio
Início > Resultado da pesquisa

Pesquisa no dicionário

Também podes experimentar a pesquisa avançada

      corda

      s. f.
       
      (1) Porção de fios de linho, cerdas ou qualquer matéria filamentosa, torcidos uns sobre os outros formando um só corpo longo e flexível, para prender ou apertar. ≃ calabre, baraça
       
      (2) Fio de tripa de carneiro ou de metal delgado que serve para produzir sons nalguns instrumentos músicos: as cordas da harpa.
       
      (3) Fio ou lâmina enrolada em espiral que dá movimento às rodas dos relógios e a outros maquinismos.
       
      (4) Jogo de rapazes, raparigas, em que uns lhe dão a uma corda e outros saltam.
       
      (5) Serra, serro, cordilheira. ≃ espinhaço
       
      (6) Parte na arte pesqueira chamada jeito e de outras artes.
       
      (7) Série alargada de leiras num só polígono.
       
      (8) Cordão, cabo.
       
      (9)
      Anat. Prega membranosa da glote.
       
      (10)
      Geom. Segmento de reta que une dous pontos da circunferência sem passar polo centro.
       
      (11) Tendão.
       
      andar à corda: andar às ordens ou ao arbítrio dos demais.
       
      corda de água: chuva torrencial e passageira com vento.
       
      corda de vento: vento forte que sopra por pouco tempo numa só direção.
       
      corda do ferro: utensílio de pesca, que ao desaparecer o cerco e ser substituído polo chinchorro não deu resultado e desapareceu.
       
      corda do jeito: aquela que tem umas 40 braças, por um extremo é amarrada às fundas e polo outro à proa para marear ligando embarcação e arte por um só ponto de enlace.
       
      corda do pescoço: qualquer das veias do pescoço. Cordoveia.
       
      corda dorsal: órgão de natureza conjuntiva que é eixo primordial do endosqueleto nos cordados, e também denominado notocórdio.
       
      corda sensível: o lado fraco do carácter de alguém.
       
      dançar na corda bamba: não se decidir, meter-se em trabalhos.
       
      dar corda: dar largas a um assunto ou negócio.
       
      dar corda a alguém: dar-lhe pretexto para que fale muito, provocá-lo a falar, louvar a paixão que o domina.
       
      estar com a corda na garganta: estar em grandes apertos, em situação crítica.
       
      não ser alguém da corda de outro: não ser do seu carácter ou opinião.
       
      pôr a corda ao pescoço: obrigar com ameaças a obrar contra a vontade.
       
      pôr debaixo de corda: reservadamente, por meios ocultos.
       
      roer a corda: faltar ao prometido.
       
      ter corda: ter disposição e assuntos para conversar: vai ser melhor que vás indo porque estes dous ainda che tem corda para bastante.
       
      tirar-lhe da corda: ir-lhe à mão, contê-lo.
       
      vá-se a corda trás do caldeiro: dá a entender que onde vai o mais vai o menos.
       
      s. f. pl.
       
      (1) Nervos do corpo humano.
       
      (2) Fibras musculares do corpo humano que produzem certas sensações: partem-se-me as cordas do coração.
       
      (3) Aparelhos de pesca de mar e de rio.
       
      (4) Talos das plantas que se arrastam e trepam.
       
      cordas do leite: condutos que levam o leite ao úbere.
       
      cordas para os feixes: as que se empregam para atar lenha, erva, molhos, etc., e às vezes levam um gancho para que a atadura seja mais sólida.
       
      mosquitos por cordas: barulho, confusão, motim.
       
      Rfrs. A corda quebra sempre polo mais delgado. Não seja tanto o tirar da corda, que se rompa.
       
      [gr. khorde, lat. chorda]

      Palavra pesquisada 3290 vezes
    Outras ajudas